Inicio >> Destaque >> Brinquedos sexuais são menos perigosos do que brinquedos para crianças

Brinquedos sexuais são menos perigosos do que brinquedos para crianças

Este estudo obteve uma conclusão curiosa: brinquedos sexuais são mais seguros do que brinquedos de crianças.

Um estudo recente por parte das autoridades de Inspeção de Produtos Químicos Suecos (a SCA algo como a nossa ANVISA) revelou um resultado curioso, e também preocupante para muitos pais. Depois de analisar mais de 40 brinquedos sexuais e a mesma quantidade de brinquedos para crianças, eles detectaram que os brinquedos sexuais eram mais seguros do que os de crianças.

Os responsáveis pela pesquisa detectaram substâncias químicas perigosas em 15% dos brinquedos para as crianças, enquanto que apenas 2% dos brinquedos sexuais continha alguma substancia nociva a saúde. Conforme declarado pelo inspetor responsável pela investigação, esta informação é, por assim dizer no mínimo, surpreendente. Somente um vibrador de todos os brinquedos para adultos analisados foi classificado como perigoso por conter parafina clorada*, um material que pode causar câncer.

Três dos 44 brinquedos sexuais examinados, feitas de couro artificial e fita bondage, continha um tipo de ftalatos utilizado como plastificante em níveis acima de um limiar de 0,1%, disse a agência.

Esse tipo específico de ftalatos não é proibido em brinquedos sexuais, mas está na lista da UE de produtos químicos de “muito alta preocupação”, pois pode afetar o equilíbrio hormonal do corpo e causar infertilidade. As empresas são, portanto, obrigadas a informar os consumidores se um produto contém mais de 0,1%.

O mercado global de produtos sexuais é estimado em cerca de US $ 20 bilhões (US $ 16 bilhões) por ano, de acordo com o grupo britânico de pesquisa de mercado Technavio. Prevê-se que cresça cerca de 7% ao ano entre 2016 e 2020.

As pessoas nos EUA e na China estão entre os maiores consumidores de brinquedos sexuais do mundo, de acordo com a Technavio.

Segundo o porta voz da agência sueca, é preocupante que as regras relativas ao fabrico de brinquedos são cumpridas rigorosamente pelos fabricantes de brinquedos sexuais, mas não são tão rigorosas para os fabricantes de brinquedos de crianças, que vêm principalmente da Ásia.

Por o outro lado, estamos felizes por pensar que não estamos pondo em perigo o nosso corpo quanto ao uso de brinquedos sexuais. Pelo menos, estas são boas notícias.

As parafinas cloradas de cadeia curta (SCCP = Short Chain Chlorinated Paraffins) são usadas principalmente: Como aditivos em fluidos para o trabalho de metais; Como plastificante de tintas, revestimentos e outros vedantes; No acabamento de curtumes; Como retardador de chama em produtos à base de borracha, plástico e têxteis.

Paula Aguiar com informações do The Guardian e AFP
www.abeme.com.br

LEIA TAMBÉM

Grupo Secreto de Mulheres fará encontro na feira erótica

Encontro do grupo secreto de mulheres Afrodites na feira erótica será recheado de surpresas e …