Se o seu objetivo é montar um sex shop, veja aqui várias informações sobre o segmentoCategoria(s): Comércio e Serviços Tag(s): negócios, sex shop

Crédito: Stock.xcng

Elas não ficam mais à espera da iniciativa dos parceiros para espantar o tédio na vida sexual. Quando a temperatura esfria no relacionamento, as mulheres tratam de ir às compras. O público feminino que freqüenta as lojas de sex shop, passou de 10% para cerca de 50% do total em dois anos. A mudança coincide com a abertura de lojas mais freqüentáveis, com um visual menos agressivo.

Leia a ficha técnica do setor, disponível no final deste artigo e saiba mais sobre o mercado e a abertura de um sex shop.

Franquia é um excelente começo para o segmento de sex shop. Uma nova pesquisa da Rizzo Franchise – uma das mais respeitadas consultorias do segmento de franquias, que acompanha o mercado há mais de 20 anos – que no decorrer do ano passado, 39 franquias foram abertas por dia no Brasil. Além disso, o mercado de franchising foi um dos que mais geraram empregos no período, cerca de 1,5 milhão de vagas de emprego direto, e 2 milhões de vagas indiretas. Antes de optar por uma franquia, veja esta matéria, da Revista Pequenas Empresas Grandes Negócios: Como escolher uma franquia. (Abril/2010)

O Sebrae também possui um programa específico para empresários que querem adquirir uma franquia, o Sebrae Franquias. Saiba mais clicando aqui.

Se a intenção do empreendedor é vender pela internet, leia esta cartilha, desenvolvida pelo Sebrae – SP. Empreendedorismo digital.

Cursos online (EAD)

No setor de Sex Shop, o atendimento ao cliente será o maior diferencial que a loja terá. Para facilitar, faça o curso online e gratuitoAtendimento ao Cliente”, clicando aqui.

Feiras e Eventos Nacionais

Erótika Fair, única feira sobre erotismo e sensualidade do país, acontece anualmente em São Paulo. Última edição foi em Abril.

Site do evento: http://www.erotikafair.com.br/

Juntamente com a feira, acontece o Seminário Empreender no Mercado Erótico, evento direcionado aos empresários do setor, e traz resposta às inúmeras perguntas de um mercado com muitas peculiaridades.

Sites e outras publicações relacionadas

Veja algumas dicas na matéria: Montando um sex shop, publicada pelo Erotika toys. (27/12/2009).

Sex shops adotam estratégias para deixar clientes mais à vontade. Reportagem publicada pelo blog Empreendedor. (02/2009)

“Sex shop” cai no gosto das mulheres da classe A.  Matéria publicada no Jornal Valor Online: (26/07/2006).

Em sex shop, paga-se mais com dinheiro, diz estudo , Matéria na Revista Pequenas Empresas Grandes Negócios (04/2006)

O mercado de produtos eróticos está em alta e é uma boa forma de se ganhar dinheiro. É a perfeita união do útil ao agradável; você tem a oportunidade de ganhar dinheiro suprindo uma das necessidades básicas de todo o ser humano: o sexo. E depois tem muito prazer na conta bancária. Matéria Indústria do Sexo, investimento. Publicada no Portal Bolsa de Mulher. (18/09/2000)

Sugestão de Leitura

Livro: sex shop – Guia de Negócios Volume 1

Autora: Paula Aguiar – Editora Atenas

Sinopse – Este guia aborda o mercado erótico mundial e brasileiro, um panorama do negócio sob a perspectiva empresarial, com informações sobre oportunidades, a cadeia produtiva de negócios e outros temas de fundamental importância para iniciar neste mercado. Inclui estatísticas, informações interessantes, a historia do mercado mundial e brasileiro, uma lista dos produtos imprescindíveis para iniciar o negócio e uma lista de fornecedores atualizada.

Livro: sex shop – Guia de Negócios Volume 2

Autora: Paula Aguiar – Editora Atenas

Sinopse: Este guia inova porque é impensável o mercado erótico sem a Internet, como deve ser impensável qualquer mercado no mundo globalizado hoje sem o uso da Internet. Mais uma vez o grande desafio do negócio é o começo e, portanto este segundo volume traça a melhor metodologia para realizar o negócio sexshop.com e indo além, apresenta como é realizada a divulgação dentro da própria Internet.

Dicas

  • Uma boa dica para quem quer montar um sex shop, é inovar. Uma empresária de São Paulo descobriu que muitas mulheres tinham curiosidade em entrar em um sex shop, mas tinham vergonha, por isso criou o atendimento com hora marcada. Quem passa na frente, não tem idéia de que ali é um sex shop. E fez o maior sucesso. Saiba mais.
  • Sex Shop Negócios. Faça parte de um Forum para discussão do segmento.

Biblioteca Sebrae

Revista Conhecer Sebrae Varejo. Este material traz dicas muito úteis para o setor de varejo, loja eletrônica e muito mais. Vale a pena ler.

Crédito

Crédito significa ter segurança em algo que é verdadeiro, logo para se ter um empréstimo é necessário ter crédito, ou seja, ter boa reputação; boa fama, consideração. Todos estes requisitos são fundamentais na hora de conseguir um financiamento.

Assim como os riscos, os benefícios também são muitos. O fato de trabalhar com capital de terceiros fornece à empresa o chamado “fôlego”, em termos de capital, próprio/ custo. Deve-se considerar o custo do capital e a lucratividade/rentabilidade que o mesmo vai gerar para a empresa. A rentabilidade deve ser maior que o custo de capital. É necessário fazer um dimensionamento do volume adequado do crédito.

O mais importante na hora de buscar um financiamento é ter certeza da finalidade da busca do recurso. Isso deve ser feito previamente, seja para ampliar o negócio, seja para iniciar um empreendimento. Em casos de crise, a melhor opção é procurar as causas dos desequilíbrios e combatê-los, para que o financiamento não venha a se tornar mais um problema.

Como o Sebrae não é banco e não empresta recursos, sua atuação se concentra em criar uma estrutura adequada de atendimento a seus clientes, seja por meio das informações e orientações prestadas, ou por meio de articulações com instituições financeiras.

No link Linha de Crédito do Sebrae você encontrará informações importantes sobre este assunto, quais as linhas de crédito disponíveis e onde elas devem ser aplicadas. Saiba quando essa é a melhor alternativa, e qual o melhor caminho.

Link original: http://fe.sebraems.com.br/visitantes/artigo/Sex-Shop-negocio-muito-alem-da-fantasia/14